13 de Maio | Curso NR10 - Reconhecimento, avaliação e controle da exposição aos riscos da energia elétrica recomendados pela NR10 - 8h

Mais informações

Por: R$ 477,00 Em 6x de: R$ 79,50 No boleto: R$ 453,15

Comprar
Opção de parcelamento via cartão de crédito
  • 1x de R$ 477,00 sem juros
  • 2x de R$ 238,50 sem juros
  • 3x de R$ 159,00 sem juros
  • 4x de R$ 119,25 sem juros
  • 5x de R$ 95,40 sem juros
  • 6x de R$ 79,50 sem juros
Avalie:

CURSO NR10 - RECONHECIMENTO, AVALIAÇÃO E CONTROLE DA EXPOSIÇÃO AOS RISCOS DA ENERGIA ELÉTRICA RECOMENDADOS PELA NR10 – 8h

Palestrante: Luiz Carlos de Miranda Jr.

Data: 13 de Maio

Horário: 8h30 às 12h3013h30 às 17h30.

Local: Centro de Capacitação Proteção SP - Avenida São Luis, 86, 4º Andar – Centro - São Paulo/SP

Carga Horária: 8 horas

 

INVESTIMENTO:

 

  Até 30 dias antes do evento Valor normal
Assinante* R$402,00  R$631,00
Não Assinante R$477,00 R$690,00

 

Em até 6x sem juros.

5% de desconto para pagamentos no boleto bancário.

 

OBJETIVO
Reconhecimento e avaliação dos principais perigos e riscos associados à energia elétrica.

PÚBLICO ALVO
Profissionais de Segurança e Medicina do Trabalho, Profissionais que atuam com Energia Elétrica ou quaisquer outros profissionais que necessitam realizar a reciclagem bienal para atuarem em instalações elétricas.

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
Controle da exposição aos riscos da energia elétrica:
- Eliminação do fator de risco: desenergização;
- Operações elementares;
- Extrabaixa tensão.
Proteção Coletiva:
- Medidas de proteção básica ou contra contato direto das partes vivas perigosas em condições normais:
- isolação das partes vivas;
- barreiras ou invólucros ou obstáculos;
- colocação fora do alcance; e
- limitação da tensão.
- Medidas de proteção supletiva ou contra contato indireto:
- seccionamento automático da alimentação;
- infraestrutura de aterramento;
- equipotencialização;
- isolação suplementar; e
- separação elétrica.
- Medidas de proteção coletiva contra arcos elétricos:
- materiais resistentes a arcos;
- dispositivos de abertura sob carga;
- chave de aterramento resistente ao curto-circuito presumido;
- sistemas de intertravamento;
- fechaduras com chave não intercambiáveis;
- emprego de dispositivos limitadores de corrente;
- seleção de tempos de interrupção muito curtos;
- operação da instalação a uma distância segura.
- Medidas de proteção coletiva contra explosão.
- Medidas de proteção contra descargas atmosféricas.
Medidas Administrativas e de Organização:
- Avaliação prévia;
- Esquemas ou diagramas unifilares;
- Ordem de serviço;
- Procedimentos de trabalho;
- Trabalhadores aptos (saúde);
- Equipe:
- Supervisor;
- Análise prévia.
- Alternância de atividades;
- Sinalização:
- identificação de circuitos elétricos;
- travamentos e bloqueios de dispositivos e sistemas de manobra e comandos;
- restrições e impedimentos de acesso;
- delimitações de áreas;
- sinalização de áreas de circulação, de vias públicas, de veículos e de movimentação de cargas;
- sinalização de impedimento de energização;
- identificação de equipamento ou circuito impedido.
- Adornos pessoais: vedado;
- Risco grave e iminente: interromper;
- Análise de risco: novas tecnologias e equipamentos;
- Qualificação, habilitação, capacitação, treinamento e autorização.

 

PALESTRANTE
Luiz Carlos de Miranda Jr. - Mestre em Saúde e Meio Ambiente – SENAC, Especialista em Segurança e Saúde Ocupacional – Royal National Institute for Working Life – Swedish
International Development Cooperation Agency / Suécia, MBA em Gestão de Saúde – FGV, Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho – PUCC; Administração de Empresas – INPG; Administração de Recursos Humanos – SALESIANO; Ergonomia – ITSEMAP / Espanha; Higiene Ocupacional – ITSEMAP / Brasil; Gestão Ambiental / UNICAMP; Higienista Certificado pela ABHO – HOC 14; Supervisor de Proteção Radiológica – Medidores Nucleares / CNEN; Gerente de Segurança, Saúde e Qualidade de Vida em empresas de grande porte (RIPASA Celulose e Papel /1987-2000; CPFL Energia / 2000-2013); Professor de graduação na Faculdade de Tecnologia da UNICAMP, cursos de tecnologia e engenharia ambiental, e de pós-graduação na Faculdade de Engenharia Mecânica da UNICAMP em disciplinas relacionadas a
segurança, saúde, qualidade de vida e meio ambiente; Membro do GT da NR-16 – Grupo de Trabalho Tripartite do ANEXO IV DA NR-16 pela bancada das empresas, atuando como coordenador de bancada. Ex-coordenador dos CSST – Comitês de Segurança e Saúde do Trabalho da FUNCOGE – Fundação COGE e do SINDIENERGIA – Sindicato da Indústria da Energia no Estado de São Paulo.

Dimensões:
0.00cm x 0.00cm x 0.00cm
Marca:
Proteção Eventos